LAEPCI

Linha: Cotidianos e condutas urbanas

O Grupo de Pesquisa LAEPCI, Laboratório de Estudos sobre Cidade e Imagens, conta alunos do curso de pós-graduação em sociologia, PPGS, também estão presentes os alunos da graduação que fazem iniciação cientifica.

O grupo de iniciação é composto por três bolsistas que desenvolvem
pesquisas focadas em estudos urbanos e na antropologia visual.
No ano de 2019, submetemos uma destas pesquisas, mesmo que ainda em fase de desenvolvimento para o I Simpósio de Ciências Sociais e Humanas (SIMCISOH), em Bacabal- MA, o trabalho foi apresentado e publicado nos anais do evento. Ela foi fruto do plano de trabalho “Índios urbanos: Estratégias de sobrevivência e adaptações na urbe”  e rendeu, também, uma premiação no Seminário de Iniciação Cientifica (SEMIC), onde obteve  o primeiro lugar na modalidade pôster na área de Ciências Sociais. O plano foi realizado em 2018/2019 e traz experiências e relatos partindo do campo realizado na Aldeia do Parque Amazonas, localizada em um bairro periférico da cidade de Imperatriz.

Seguindo esta linha imagética e urbana, o grupo organizou o primeiro evento o “I Encontro do Laboratório de Estudos e pesquisas sobre Cidades e Imagens” (ELAEPCI), que contou com a presença de pesquisadores experientes na área  como, por exemplo, a Prof. Dr. Cornelia Eckert (UFRGS) e o Prof. Dr. Flávio Leonel (UFPA). O evento foi realizado nos dias 2 a 4 de outubro na UFMA,
unidade Centro.  O ELAEPCI contou com mesas redondas, mostra fotográficas e audiovisuais, Grupos de Trabalho (GT) e palestras.

No ano de 2020,  mesmo com o contexto pandêmico,  realizamos o webinário: “Cidades em tempos pandêmicos: Fronteiras, medos e
sociabilidades “,  por meio  da plataforma digital googleclassroom entre os dias 01 a 03 de julho de 2020.

Linha:  Enquadramentos e repertórios de ação coletiva

 Em agosto de 2019, a linha “ Enquadramentos e repertórios de ação coletiva” deu seus primeiros sinais de vida com a apresentação do trabalho “Movimentos ou empreendimentos sociais, as jornadas de junho de 2013 no Brasil” por Natal Dias Marques, na IX Jornada Internacional de Política Públicas, em São Luís-MA.

Com o intuito de espessar o desenvolvimento teórico e metodológico dos integrantes do Laboratório de Estudos e Pesquisa sobre Cidades e Imagens (LAEPCI) e de auto-organizaçar-se, divisão da Linha de Pesquisa “Enquadramentos e repertórios de ação coletiva” iniciou suas reuniões em novembro de 2019.

                  Nesse sentido, o primeiro texto lido e debatido pelo grupo demanda uma contextualização com o tema: “As Teorias dos Movimentos Sociais: um balanço do debate”, da Angela Alonso. O artigo concilia a proposta de apresentar conceitos necessários, sem, no entanto, sumarizar o conteúdo. 414dde09-552d-4510-9409-9823b43032a5Para a segunda reunião, em 22 de novembro de 2019, houve um adensamento no texto discutido, optando-se pelos autores Robert D. Benford e David A. Snow em “Framing Processes and Social Movements: An Overview and Assessment”, artigo de 29 páginas, em língua inglesa, examinados durante quatro reuniões seguidas. Objetiva-se, desse modo, ampliar o repertório de autores e teorias dos movimentos sociais lidando com trabalhos influentes no campo de estudo.

            Após as festividades comuns ao fim do ano, a linha de pesquisa retomou suas reuniões tratando de textos sobre movimentos sociais a partir do livro “Movimientos Sociales: perspectivas comparadas”, com enfoque nos textos “Cultura, ideología y creación de marcos estratégicos” (Mayer N. Zald) e “Marcos interpretativos de la oportunidad  política” (William A. Gamson y David S. Meyer).

                Os efeitos pandêmicos também foram sentidos no grupo, não apenas impondo um regime de reuniões virtuais, mas, por outro viés, oportunizando trocas e debates que de outro modo seriam obstaculizados. Com essa ideia em mente, o Prof. Dr. Jesus Marmanillo Pereira entrou em contato com o Prof. Dr. Matheus Mazzilli Pereira e o primeiro encontro virtual do laboratório com convidado ocorreu em 12 de maio de 2020. Na oportunidade, o texto do Prof. Mazzilli “O dilema do enquadramento interpretativo: o caso das interações entre o movimento dos direitos animais e a grande mídia”, em coautoria com o Prof. Dr. Marcelo Kunrath Silva, serviu como instrumento de mediação à conversa.

Bianca

Enquanto os estudos do laboratório eram traçados internamente, oportunizou-se um segundo encontro, no dia 26 de junho de 2020,  ainda com a intenção de traçar diálogo com pesquisadores de universidades brasileiras que estudam a Sociologia dos Movimentos Sociais. Dessa vez, a convidada foi a Prof.ª Dr.ª Bianca de Oliveira Ruskowski que, junto aos integrantes do LAEPCI-MOV, munidos da tese “Ativismo Tecnologicamente Mediado: transformações do ativismo em plataformas de mídias sociais”, debateram a etnografia digital e caminhos do ativismo nos movimentos sociais.

 

 

Enfim, o Laboratório de  Estudos e Pesquisas sobre cidades e imagens (LAEPCI) surge como espaço de estimulo e promoção de pesquisas e interpretações cientificas sobre a temática urbana, a partir das concepções teórico metodológicas pautadas nas áreas da História, Sociologia e Antropologias urbanas, visuais e da imagem. Trata-se de um lugar: voltado para a problematização do significado de urbano, experimentação e desenvolvimento de métodos visuais que colaborem com esse processo, e de promoção de oficinas e projetos de pesquisa, cujo sentido é: o aperfeiçoamento discente, produção e fornecimento de interpretações científicas sobre a realidade local.  No tocante ao conjunto de esforços relacionados ao projeto de extensão Praças do tempo: cotidiano,imagens e memórias do centro urbano de Imperatriz (existente desde 2014) o LAEPCI foi cadastrado no Cadastrado no Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Científico (CNPQ) em janeiro de 2016.  O grupo também integra a rede de pesquisa em Antropologia Visual, vinculada a Associação Brasileira de Antropologia

Primeiras reuniões

Para acessar os cadastros, basta clicar no link abaixo:

Conselho Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Científico (LAEPCI)

Rede de Pesquisa em Antropologia Visual (LAEPCI)

Apresentação de Pesquisa